Social Icons

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

MENINA DOCE













Às vezes venho a me sentir assim 
Em noites de luas ensolaradas
Olhando através de janelas
Percebendo seus reflexos
Dentro das minhas reflexões
Em camadas finas e sutis
Sensíveis, pequenas dimensões
É para se observar meu amor
Níveis internos na invisibilidade
O que se propaga, arrogância
Fala mais alto nas riquezas 
Riquezas que rápido se passam
O que perdura mesmo na Verdade
Edificando através da lealdade
Permanecendo, ficando, fixando
Que força, é da cosmologia
Subliminar, dos astros celestiais
Brinda meu amor, na gratidão
Por ter um amor nessa imensidão
Retifica, pra fazer você ver
Pelo reflexo da luz prateada
Que faz você menina emocionada.

Autor: Ricardo Andrade