Social Icons

sexta-feira, 28 de março de 2014

PESCADOR LÍRICO













Seu coração ameniza
No sentir da paz preencher
Em cada fibra do ser
Na prece que enaltece
Sentindo a luz radiar

No vento relampeja,

Entre as nuvens clareia
Faz trovão trovejar

Lua cheia, tem beira mar...


Tem sereia, pescador observa

O canto da deusa cantar
Do seu jeito faz reverência
Canto se estende,
Pescador joga a rede

Beira mar se faz paisagem,

Ao longe, navio de passagem...

O canto cantado se estende

Faz pescador pensar
Ao ver o brilho da sereia
E a luz de lindo luar.

Autor: Ricardo Andrade