Social Icons

domingo, 6 de abril de 2014

DENGUINHO E AÇÚCAR













Estive a esperar seu beijo
Você encostou e o rosto virou
Tão irresistível, transpira
Suor, calor acalorado

Pede, beijo enamorado...

Sua mão foi vagarosa, dengosa
Eu sei é do seu jeito, dengo
Fala mansinha, sedução
Gosto doce, mel a saborear

Passa um pouquinho, sem melar
Já é adoçada, adocicada 
Sem muito querer, precisar
Pode ficar, nesse abraçar

Autor: Ricardo Andrade