Social Icons

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

TIPOGRAFIAS

Todo amanhã é todo infinito
E são tantos os infinitos!
(...)
Ah! quão infinitos são os versos,
Tão sérios com seriedades,
Tão repletos de afabilidades
Quanta seriedade na serenidade
Em todo amanhã de tantos infinitos
De tanto amor à tanto amor

Versos, que se fazem canções
Em canções que se fazem versos 
De tantos finitos em tantos versos
Na forma de tantas expressões

Exuberam emoções exuberantes
De finitos completos, incompletos
Com tantos finitos complexos
De tipografias sempre relevantes
São infinitos tão periódicos
Em todo amanhã de todo infinito!

Autor: Ricardo Andrade