Social Icons

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

TENDA












Não foi tão simples assim
Seus olhos foram desviados
Enquanto abastecia sua atenção
Seu orgulho só aumentava

Em tudo que eu dizia, discordava
Eu, com carinho te abraçava...

Posso dizer pouco do meu amor
Sobre sua raíz e nosso beijo
Foi procurar outros beijos
Sem se preocupar, sem receios

Nem todas as portas se abriram
Seus erros persistentes seguiam...

Fui buscar de volta seu coração
Nela tinha uma flor e seu amor
Algum jardim, pétalas de cor
Perfume, liquido de precioso licor

Quando brotou aquela sensação
No dizer que se dizia inexplicável
Com toda sua vontade insaciável
Pela germinação pulsou a pulsação

Forte bateu, vento que balançou
Estiquei a tenda, um toque no rosto
Sem timidez, algo tocou, algo soprou
Amor, despido de trajes suspirou.

Autor: Ricardo Andrade