Social Icons

domingo, 3 de novembro de 2013

TRAVAS












Na sinceridade de concreto objetivo
Venho apenas com simples palavras
Enquanto avistamos seres desenganados
Por seus enganos pérfidos e desmedidos

Da Fortaleza eu convoco a Compaixão
Ilumina com a verdadeira Luz da Razão...

São círculos viciosos, mentes condicionadas
A marcarem suas travas para a discórdia
Do contrário, "nova era", despertar mínimo
Somos o que atraímos pelo Amor da intenção

Informações correm e se espalham
No estudo do perfil da grande massa
Tudo se baseia em contradições 
Onde, o "ser humano", está longe do humano

Uma inteligência superficial do ego
Reutiliza materiais da psique
Inundada de desejos destrutivos
Requerendo valores desvalorizados

Quer minha atenção? descongela o coração
Quebra a corrente dessa desleal condição...

Sem espaço para o controle do externo
É bem sugestivo e a pressão é pressionada
Alerta, alerta, Amor vai tocar seu toque
Os que se encontram mais acordados
Percebem, na identificação do Real

Depositar fichas sem conhecer o jogo
Não jogue os dados com números repetidos
Simplificando a inexorável vaidade
Com sua gêmea contamina a promisquidade

Já não se sabe, o que vem pela metade
No inconsciente, uma pequena semente
A semente do esclarecimento para esclarecer
O que demonstra ser o que é para ser.

Autor: Ricardo Andrade