Social Icons

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

TRANSFIGURAR













Espere um pouco, retornei agora
Ainda preciso me recompor
Me diz, qual o seu cardápio hoje?
Substituir a receita é indiferente

Em um período curto, se transformou 
Em um período curto se transfigurou...

Que timbre arrogante, morda os lábios
A marca do seu batom ficou no meu beijo
Um tom mais forte e pouco diferente
Sem hesitar, não resistiu, ofensa!

Não irei pesar os valores, escolha
Suas mãos estão livres, solte-as...

Asperezas adornadas e estacadas
Sem ferimentos, onde está a prova?
Pisou por cima de velhos tapetes
Eles não são mais uma decoração

Ambiciosa consumista, extraordinária,
Estacione plurais de representações
Fragmentando peças em exposições.

Autor: Ricardo Andrade