Social Icons

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

APARÊNCIA EXPOSTA

Pode aparentar ser tudo muito simples
Mais você faltou com sua atenção
Reveja naqueles retratos o que se passou
Um pouco da sua amargura ainda ficou

O que achar que venha ser válido,
Nesse agora vai ser desnecessário

São suas contagens, eu não regressei
Aquelas escritas mais antigas indaguei
No seu calar quando nada quis falar
E não vai dizer o que está sentindo?

Por presunção, ganhou sem repartir
Ao menos uma parte da premiação...

Do que vale alimentar sem apetite?
É o que vem demonstrando lentamente
Cautela para esconder  sua frieza
Seus sentido pérfidos estão nos olhos

Você tenta me derrubar com fraquezas
Pensamentos manipulados, controlados
Suas opiniões próprias não tem valor?

Dê ouvidos a ecos que consomem a luz
Abrindo essas crateras claras e visíveis
Não é preciso transceder para enxergar
Ou estar um pouco mais acima do limiar

Tão nítido e representativo para mostrar
O que você não desejou revelar.

Autor: Ricardo Andrade