Social Icons

terça-feira, 9 de julho de 2013

DECLÍNIO














Era eu só um menino 
Pensei que não poderia cair
A emotividade ficou a frente
Não podia ter falado que te amava
Logo no primeiro dia
Onde tudo se fazia 
Onde eu caia e não percebia
Tudo o que pensamos juntos
Foram só fantasmas
As paredes a nossa volta
Sendo derrubadas
Todas aquelas muralha
Que com tanto zelo foram criadas
Eu dei sustentação
Tudo não dependia só de mim
Muita coisa era responsabilidade sua
Em momentos assumir
Então o que diz não tem valor?
Sempre na ofensiva e na defensiva
Você ficava e permanecia
Desejaria expor de outra forma
Se isso ainda fizesse algum sentido.

Autor: Ricardo Andrade