Social Icons

quarta-feira, 10 de julho de 2013

SUPRESSÃO













Em um separativismo físico
Ao menos ficamos juntos em fotos
Imagens e gravuras silenciosas
Suas ações me respondem
Não o que eu queria saber 
Mais aquilo que pode te proteger
Não me pressione contra a parede
Eu não poderia fazer nada
A não ser tomar a atitude
De me cobrir pra aquecer-me
Você diz que estou gritando
Isso soa confusão, onde quer chegar?
Uma história se tornando mito lendário
Meias verdades sobrepondo-se ao contrário
Nos montes como a águia observo
Acha que não posso te ver?
Pra onde pretende correr?
Isso já está virando uma dívida impagável
Mentiras fingidas, intragável
Consegue ainda inalar esse oxigênio?
Quebre todo teu silêncio omisso
Olhe para dentro da minha alma
Abra suas cartas nessa mesa farta
Saia dos porões de toda essa farsa.

Autor: Ricardo Andrade