Social Icons

terça-feira, 2 de julho de 2013

EQUÍVOCO

Divida comigo esses cobertores guardados,
Porque está muito frio lá fora,
Me conte todos os teus íntimos segredos,
Porque aqui não está frio, está gelado.A

Parece nervosa, suas mãos estão trêmulas,
Isso demonstra que está assustada,
Fala pra mim, o que pode tanto te afligir,
Encene que estamos apenas eu e você,
Mesmo com tal preocupação,
Por pensar que talvez esteja despreparada,

Isso pra mim não faz sentido algum...

Fala pra mim, acho que preciso saber,
O que te torna assim inatingível?
Posso sentir que às vezes você tem certeza,
Assim como sinto que pode estar equivocada,

Dúvidas geradas...

Eu posso estar aqui só pra dizer que te amo,
Que sem o seu pulsar, passei por desenganos,
Experiências vivenciadas por trilhas passadas,
Veja no espelho, seu rosto reflete minha face,
Não me interprete como apenas um menino,
Eu sou o homem a quem você jurou amar,

Isso agora soa tão vulgar...

Espere, não tente ir tão depressa assim,
Veja com atenção, sempre desapercebida
com tênue véu, nunca me reconheceu,
Tantas vezes eu dizia que poderia Ser
tudo o que desejasse,
E tudo aquilo que talvez precisasse.

Autor: Ricardo Andrade